Bandeira branca

Grite comigo, me apedreje. Faça de mim o seu boneco de vodoo em via única, me espete, me atinja, me tinja de vermelho.

Quebre o meu único espelho.

Puxe meus cabelos e olhe no meu rosto, fale suas verdades sobre mim. Eu as tomo como minhas, eu assino.

Me assassino.

Não respondo e nem brigo, não entristeço ou choro. Eu emudeço, avalio e, por fim, eu concordo.

É isso o que se espera de alguém como eu. 

Anúncios

1 thought on “Bandeira branca”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s