Palavras matemáticas 

Vértices, as linhas, as cores. Tudo exatamente igual, só não sei se real ou imaginário.

As minhas asas triangulares são as pontas da sua cruz. E você? O inverso do que posso e o exato do que quero.

E eu nunca sei até onde você me acrescenta. Eu nunca sei de onde mais você pode tirar. Mas, no fim, tudo continua igual.

É isso que dá mexer no meu infinito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s